sábado, 23 de maio de 2015

Roteiro de estudos: Revolução Pernambucana de 1817

Questões sobre a Revolução Pernambucana de 1817
1. (FUVEST 2010)
“Eis que uma revolução, proclamando um governo absolutamente independente da sujeição à corte do Rio de Janeiro, rebentou em Pernambuco, em março de 1817. É um assunto para o nosso ânimo tão pouco simpático que, se nos fora permitido [colocar] sobre ele um véu, o deixaríamos fora do quadro que nos propusemos tratar.”

F. A. Varnhagen. História geral do Brasil, 1854.

O texto trata da Revolução pernambucana de 1817. Com relação a esse acontecimento é possível afirmar que os insurgentes

a) pretendiam a separação de Pernambuco do restante do reino, impondo a expulsão dos portugueses desse território.
b) contaram com a ativa participação de homens negros, pondo em risco a manutenção da escravidão na região.
c) dominaram Pernambuco e o norte da colônia, decretando o fim dos privilégios da Companhia do Grão-Pará e Maranhão.
d) propuseram a independência e a república, congregando proprietários, comerciantes e pessoas das camadas populares.
e) implantaram um governo de terror, ameaçando o direito dos pequenos proprietários à livre exploração da terra.



Resposta:[D]


2. (UNESP-SP) Leia os itens a respeito da Revolução Pernambucana de 1817:

I – Possui forte sentimento antilusitano, resultante do aumento dos impostos e dos grandes privilégios concedidos aos comerciantes portugueses;
II – Teve participação apenas de sacerdotes e militares, não contando com o apoio de outros segmentos da população;
III – Foi uma revolta sangrenta que durou mais de dois meses e deixou profundas marcas no Nordeste, com os combates armados passando do Recife para o sertão, estendendo-se também a Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte;
IV – A Revolta foi sufocada apenas dois anos depois por tropas aliadas, reunindo forças armadas portuguesas, francesas e inglesas;
V – Propunha a República, com a igualdade de direitos e a tolerância religiosa, mas não previa a abolição da escravidão.

É correto apenas o afirmado em:

I, II e III.
I, III e V.
I, IV e V.
II, III, IV.
II, III, V.


Resposta:[B] 
Comentário:
Além de padres e militares, proprietários de terras estiveram na liderança da Revolução no primeiro momento. A Revolução durou 74 dias, proclamando a República na região.


3.  (UFBA/2010)
Liberdade política e liberdade econômica foram reivindicações que estiveram presentes no contexto da crise do Sistema Colonial português no Brasil.
Com base nessa afirmação, indique como essas reivindicações são expressas na Revolução Pernambucana de 1817.
• Liberdade política
• Liberdade econômica


Resposta:
a) Liberdade política — contestação à presença da Corte no Rio de Janeiro; proclamação de uma república no Nordeste.
b) Liberdade econômica — quebra dos monopólios, liberdade de comércio, menor tributação para o Nordeste.



4. (G1) Os grandes proprietários de terra viram-se presos a dívidas com os comerciantes portugueses – que controlavam as atividades de importação e exportação – e com os altos impostos e taxas estabelecidos pela Coroa Portuguesa. Com isso, a aristocracia agrária e outros brancos livres pobres organizaram um movimento que eclodiu em 06 de março de 1817.

Como ficou conhecido esse movimento na História do Brasil?

a) Conjuração Baiana
b) Inconfidência Mineira
c) Revolução Praieira
d) Confederação do Equador
e) Revolução Pernambucana



Resposta:[E]
Comentário:
A Revolução Pernambucana chegou inclusive a proclamar uma República na região.


5. (G1) “Após derrotarem as tropas defensoras de Portugal, os revoltosos formaram um governo provisório composto por cinco membros. Além disso, estabeleceram a formação de um grupo de emissários que difundiriam o movimento em outras capitanias do Brasil e em algumas nações europeias.” 

(Disponível em: Revolução Pernambucana – Brasil Escola)

Esse fenômeno histórico, conhecido como Revolução Pernambucana, chegou através do governo provisório inclusive a:

a) Abolir a escravidão
b) Proclamar uma República
c) Instaurar uma nova monarquia
d) Expulsar os portugueses do Brasil
e) Conseguir o reconhecimento internacional como órgão de poder no Brasil.


Resposta:[B]
Comentário: 
A República chegou a ter uma lei orgânica baseada nos princípios de liberdade de consciência, de imprensa e de culto.


6. (FATEC 1996) O povo brasileiro, às vésperas da Revolução Pernambucana de 1817, percebia a roubalheira de camarilha de corruptos insaciáveis e cantava quadras de protestos como: "Quem furta pouco é ladrão Quem furta muito é barão Quem mais furta e esconde Passa de barão a visconde". I. No ano de 1816, o Nordeste foi assolado por uma grande seca que afetou a agricultura de subsistência e provocou a queda da produção de algodão e açúcar. II. O prejuízo dos grandes proprietários ligados à exportação foi imenso. Mas, os mais prejudicados foram as massas trabalhadoras. III. O aumento de impostos e a criação de novos impostos para sustento da Corte sediada no Rio de Janeiro contribuíram para tornar ainda pior a qualidade de vida da população, à medida que o preço dos gêneros de primeira necessidade tornou-se proibitivo aos pobres. A respeito das asserções I, II e III sobre a Revolução Pernambucana de 1817 deve-se afirmar que:

a) apenas a I está correta.
b) apenas a I e a II estão corretas.
c) apenas a I e a III estão corretas.
d) todas estão corretas.
e) todas são incorretas.


resposta:[D]


7. (UFPE 1995) Esta questão diz respeito à Revolução de 1817.
( ) No início do século XIX, a Revolução de 1817, em Pernambuco, esteve articulada ideologicamente com lutas burguesas nos Estados Unidos e na Europa.
( ) A conspiração dos Suassunas está para a Revolução de 1817, assim como o 18 Brumário está para a Revolução Francesa.
( ) A Revolução Pernambucana de 1817 foi vitoriosa em vários estados: na Paraíba, no Rio Grande do Norte, no Ceará, na Bahia e no Maranhão.
( ) Em Portugal, na cidade do Porto, a influência da Revolução de 1817 foi decisiva para a eclosão da Revolução Constitucional.
( ) O período que antecedeu 1817 caracterizou-se por uma fase de recessão que atingiu os preços do açúcar e do algodão no mercado internacional.


resposta:V F F F V


8. (FUVEST) A Revolução Pernambucana de 1817 eclodiu no momento em que se acentuaram as contradições econômicas, políticas e sociais entre os grupos da sociedade pernambucana e o governo português. Mencione algumas reivindicações básicas dos revolucionários.


resposta: 
Extinção dos impostos coloniais, separação definitiva em relação à Portugal, adoção de uma República.


9. (FUVEST) Podemos afirmar que tanto na Revolução Pernambucana de 1817, quanto na Confederação do Equador de 1824,
a) o descontentamento com as barreiras econômicas vigentes foi decisivo para a eclosão dos movimentos.
b) os proprietários rurais e os comerciantes monopolistas estavam entre as principais lideranças dos movimentos.
c) a proposta de uma república era acompanhada de um forte sentimento antilusitano.
d) a abolição imediata da escravidão constituía-se numa de suas principais bandeiras.
e) a luta armada ficou restrita ao espaço urbano de Recife, não se espalhando pelo interior.


resposta:[C]


10. (UNESP) Leia os itens a respeito da Revolução Pernambucana de 1817. 

I. Possuiu forte sentimento anti-lusitano, resultante do aumento dos impostos e dos grandes privilégios concedidos aos comerciantes portugueses. 

II. Teve a participação apenas de sacerdotes e militares, não contando com o apoio de outros segmentos da população. 

III. Foi uma revolta sangrenta que durou mais de dois meses e deixou profundas marcas no Nordeste, com os combates armados passando de Recife para o sertão, estendendo-se também a Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. 

IV. A revolta foi sufocada apenas dois anos depois por tropas aliadas, reunindo forças armadas portuguesas, francesas e inglesas. 

V. Propunha a República, com a igualdade de direitos e a tolerância religiosa, mas não previa a abolição da escravidão. 

É correto apenas o afirmado em
a) I, II e III.
b) I, III e V.
c) I, IV e V.
d) II, III e IV.
e) II, III e V.


resposta:[B]


11. (CFTSC) Entre as tentativas de Emancipação Política ao final do Período Colonial, destaca-se um movimento que ocorre em 1817. Apesar de ter fracassado, foi mais importante que todos os movimentos anteriores, pois ultrapassou a fase da conspiração, e os revoltosos chegaram ao poder. Esse movimento ficou conhecido como...
a) Revolta de Beckman.
b) Revolução Pernambucana.
c) Revolta de Felipe dos Santos.
d) Revolta de Vila Rica.
e) Revolução Farroupilha.


resposta:[B]

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Valeu, Irandir! Que bom saber que as aulas foram de seu agrado! Abraços.

      Excluir